Bem-vindos ao Katherine Langford Brasil, sua fonte brasileira de notícias sobre a atriz, cantora e compositora australiana Katherine Langford, mais conhecida por interpretar Hannah Baker na série original da Netflix "13 Reasons Why". Aqui você vai encontrar vídeos, entrevistas, fotos e notícias. Acesse a galeria para fotos em HQ da Katherine. Site criado de fãs para fãs.


postado por Mila

A Estrela de ’13 Reasons Why’, Katherine Langford: A 2ª Temporada “Pode Ter Sido o Último Capítulo de Hannah”
A atriz fala com a THR sobre o que ela espera que os espectadores tirem da segunda temporada do drama da Netflix e o que está por vir.

[Esta matéria contém spoilers do final da segunda temporada de 13 Reasons Why.]

Até a estrela de ‘13 Reasons Why‘ Katherine Langford sabe que a história que a série da Netflix contou em sua primeira temporada, dos colegas de classe da adolescente Hannah Baker descobrindo fitas cassetes que ela deixou para trás explicando porque tinha se matado, estava fechada. Mas enquanto a primeira temporada do drama da Netflix contou a história de Hannah, a segunda temporada foca em seus amigos e familiares e em seus conflitos antes e depois da sua morte.

Na primeira temporada nós realmente contamos a história de Hannah na íntegra,” ela diz ao The Hollywood Reporter. “Voltar para esta temporada foi importante… para continuar o enredo para outros personagens que foram realmente importantes para a história e que vimos na primeira temporada.

A segunda temporada, em transmissão na Netflix, mostra Hannah em novas cenas de flashback, mas também como uma figura que aparece e interage com Clay. Mas Langford diz que esta é uma versão diferente de sua personagem, em comparação com a primeira temporada.

Ela só é vista através ou filtrada através da lente dos olhos de outras pessoas nesta temporada,” diz ela sobre o arco desafiador. “Eu acho que a personagem Hannah e particularmente seu papel nesta temporada foi algo que foi desenvolvido ao longo das filmagens. Demorou um tempinho para realmente entendermos qual era o seu papel e por que ela estava lá. Mas, chegando no final, acho que percebemos que seu relacionamento com Clay é muito especial, e é algo com o qual o público realmente se conectou. A presença de Hannah é parte integrante da recuperação de Clay, sobre a qual se trata muito dessa temporada — é a história de Clay e vê-lo como o protagonista também, além de todos os outros personagens.

Após o lançamento da temporada, Langford confirmou sua saída da série nas redes sociais, dizendo que ‘13 Reasons Why‘ “sempre será uma parte especial da minha vida, e independentemente de Hannah estar lá ou não” sobre uma possível terceira temporada. Ela disse que vai se empenhar para continuar a fazer trabalhos que “sejam significativos e tenham um impacto positivo.

Abaixo, Langford discute a maneira como sua personagem foi integrada na segunda temporada, o que ela aprendeu com suas experiências na série e o que ela quer que as pessoas aprendam com Hannah.

Nestas visões de Clay, Hannah está tentando contar mais de sua história ou é apenas o que ele acha que ela quer?
O que me disseram quando estávamos filmando foi que queríamos deixar em aberto para que as pessoas interpretassem Hannah e como elas se sentiam. Mas acho que o que passamos a sentir é que a presença dela é mais — é Clay, é para Clay, e é uma espécie de visão do Clay sobre ela. É a sua interpretação dela. Assim como em qualquer outro momento que você vê Hannah nesta temporada, é sempre através dos olhos de outra pessoa.

Boa parte da segunda temporada se concentra na justaposição de como Hannah lidou com seu estupro e como Jessica está enfrentando o dela. Especialmente agora que tantas vítimas estão apresentando suas histórias graças ao movimento #MeToo, o que você quer que as pessoas tirem das histórias de Hannah e Jessica?
Uma das coisas que mais abordamos nesta temporada em particular é a violência sexual. Nós vemos Jessica passando por sua recuperação. Uma das razões importantes para voltar, e uma das histórias importantes que pudemos cobrir nesta temporada, foi a recuperação de Jessica. Hannah e Jessica foram vítimas de violência sexual. Para Hannah, naquele momento de sua vida, [o estupro] não era algo com o qual ela pudesse conviver e, por isso, acho que foi incrivelmente importante voltar e ver alguém se recuperar disso. No fim das contas, esta é uma série de TV; sempre fomos muito diretos sobre ser uma série de TV e, portanto, entretenimento, mas acho que todo mundo também percebe que obviamente estamos falando de assuntos muito sérios e há algumas responsabilidades que vêm com isso. Eu só espero, na verdade, que… a segunda temporada possa instigar a discussão, e [aprendizado], e, com sorte, ajudará as pessoas que não tinham uma pauta de discussão antes.

O que você acha sobre o fato de que na conclusão deste julgamento, a escola escapa ilesa e Jessica relata Bryce apenas para que ele receba três meses de liberdade condicional? No mundo real, alguém como Harvey Weinstein ainda não está enfrentando quaisquer consequências legais por suas ações alegadas.
Nós não recebemos o roteiro antes do tempo, então nos foram entregues um por um. E lembro-me de quando os lemos, foi definitivamente aquele sentimento de frustração como um membro da audiência, mas também como pessoa e como artista. Acho que foi uma decisão consciente dos escritores e da equipe criativa.

Houve muito feedback para a primeira temporada da série e alegações de que a mesma glorificou o suicídio. Como você lidou com isto? E como você acha que as pessoas irão reagir à segunda temporada?
Como muitas pessoas sabem, a primeira temporada foi meu primeiro trabalho e a interpretação de Hannah Baker foi o primeiro papel que eu tive na carreira. Então, para mim, essa primeira temporada foi muito focada no trabalho, pelo qual sou incrivelmente grata. Tudo o que veio depois foi uma experiência de aprendizado. Existem alguns elementos em fazer parte de uma grande série de TV, com os quais eu descobri que não me sinto confortável. Mas uma coisa que eu acho que é provavelmente o maior privilégio de fazer isso é conhecer os fãs e ouvir [histórias de] pessoas que se identificam com a série e com o seu trabalho em geral, seja em ‘13 Reasons Why‘ ou no [longa-metragem] ‘Com Amor, Simon‘. Mas, dito isso, também acho que infelizmente não consegui conhecer tantos fãs quanto eu gostaria. Nós fomos direto da primeira temporada, depois direto para a divulgação na imprensa, então eu fui direto para ‘Com Amor, Simon‘ e, depois, voltei para a segunda temporada. Obviamente estou interessada em ouvir o que os fãs pensam desta temporada. Mas, mais importante, eu só quero sempre tentar estar disponível, se não fisicamente, então pelo menos na forma de uma plataforma positiva nas redes sociais.

Agora que o processo que os pais de Hannah moveram contra o distrito escolar chegou ao fim, você acha que a história de Hannah acabou?
Foi uma oportunidade tão maravilhosa contar sua história tão intensamente na primeira temporada, e estou muito feliz por ter sido convidada a voltar e por ter participado de uma segunda temporada. Não sei se posso fazer comentários a respeito da terceira temporada. Não sei se haverá uma terceira temporada. Este pode ter sido o último capítulo de Hannah, mas acho que teremos que esperar e ver oficialmente.

O que vem por aí para você?
Eu não sei. Eu não quero que soe clichê, mas eu me sinto muito grata por ter feito parte de ‘13 Reasons Why‘, e a primeira temporada foi algo em que eu realmente consegui me envolver completamente. A segunda temporada foi um desafio por diferentes motivos. Sabe, eu tive que colocar muita confiança no [showrunner-criador] Brian Yorkey e nos escritores e diretores para desenvolver a personagem de Hannah durante as filmagens. Eu tenho ‘Com Amor, Simon‘ nos cinemas no momento, do qual eu tenho tanto orgulho e de que estou ouvindo tantas coisas maravilhosas. Acabei de terminar um filme chamado ‘Spontaneous‘. Mas há muito mais chegando, e muitas coisas nas quais eu estou apenas tirando um tempo para trabalhar nos próximos meses antes de meio que deixar qualquer outra coisa sair. O que eu quis dizer sobre a parte do clichê foi que, tipo, há genuinamente muitas coisas que eu quero fazer, e que estou ansiosa em compartilhar com as pessoas. E eu não posso te dizer quando essas coisas vão ser reveladas, mas estou animada para isso. Desculpe, não quero ser enigmática.

O que você quer que as pessoas aprendam com as experiências de Hannah neste seriado?
Eu sinto que não há uma coisa específica que você possa tirar dessa série. Na última temporada eu sinto que muito do que abordamos foi que a menor das coisas que você pode fazer pode ter o maior dos impactos. Mas no geral, eu acho que da série em si, as pessoas vão tirar coisas diferentes, dependendo de suas próprias experiências pessoais, suas próprias histórias e, em geral, quem elas são e com o que elas se identificam. Tudo o que posso dizer é que poder interpretar Hannah tem sido um enorme privilégio. E mesmo que eu não esteja em uma hipotética terceira temporada, vou continuar me esforçando para fazer trabalhos que sejam significativos e coisas em que eu possa realmente derramar meu coração, como fiz na primeira temporada.

Bem, a mãe de Hannah encontrou sua lista de “razões por que não”, então talvez isso possa trazê-la de volta.
Veremos! Brian Yorkey é incrível e eu gosto muito de trabalhar com ele, então eu sinceramente fico muito empolgada com tudo que ele faz.

A segunda temporada de ‘13 Reasons Why‘ já está sendo transmitida pela Netflix.

Fonte: The Hollywood Reporter.
Tradução & Adaptação: Katherine Langford Brasil.
Não copie e/ou reproduza sem dar os devidos créditos!

Deixe um comentário!